Família de empresário fica revoltada com ação da Polícia Militar de Paiçandu - Gazeta Sarandiense - O Portal de Notícias de Sarandi-Pr

Gazeta Sarandiense - O Portal de Notícias de Sarandi-Pr

Notícias da cidade e região!

domingo, 18 de agosto de 2019

Família de empresário fica revoltada com ação da Polícia Militar de Paiçandu

O empresário Celso Pereira de Souza, de 49 anos, foi morto na noite de sábado (17) na cidade de Paiçandu. Celso foi baleado no tórax por um policial militar da Rádio Patrulha. O fato aconteceu na Avenida Silvio Alves, Jardim Ouro Verde. Segundo nota da PM, uma equipe policial fazia patrulhamento quando avistou um homem efetuando disparos para o alto. Os policiais desembarcaram da viatura verbalizando para que o suspeito largasse a arma de fogo e colocasse as mãos na cabeça, o que não foi acatado pelo abordado que na sequência apontou a arma para a equipe policial. Um dos policiais efetuou disparos atingindo Celso Pereira que infelizmente não resistiu e morreu no local. Socorristas do Siate e Samu chegaram no local do fato mas a vítima estava em óbito. Foi recolhida um revólver da marca Taurus calibre 38 com 4 munições intactas e duas deflagradas. A família de Celso revoltada com a ação dos policiais contesta alegando que o empresário não portava arma de fogo. Celso de Souza não tinha antecedentes criminais. Ele era uma pessoa que trabalhava com churrasqueiras, homem bastante conhecido e querido pela comunidade. Populares chegaram a filmar de celular uma viatura policial que teria ainda atropelado o corpo de Celso que estava no chão. Isso teria provocado a ira de familiares e amigos da vítima que partiram pra cima da viatura. Outras equipes policiais foram chamadas para dar apoio no local. Um Inquérito Policial Militar (IPM) foi instaurado pelo Comando da Polícia Militar para apurar o fato. Celso Pereira de Souza era casado e tinha três filhos. Colaboração: Serviços Paiçandu/André Almenara



Nenhum comentário:

Postar um comentário