Seis pessoas morreram vítimas de atropelamento em uma semana, em Maringá, e Região Metropolitana - Gazeta Sarandiense - O Portal de Notícias de Sarandi-Pr

Gazeta Sarandiense - O Portal de Notícias de Sarandi-Pr

Notícias da cidade e região!

terça-feira, 9 de abril de 2019

Seis pessoas morreram vítimas de atropelamento em uma semana, em Maringá, e Região Metropolitana

Foram registrados seis atropelamentos fatais em apenas uma semana em Maringá e região. Em situações distintas, as vítimas morreram após serem atingidas por carros, caminhões, ônibus, e moto. Ao todo dez ocorrências de atropelamentos foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros, neste período. O site Plantão Maringá, realizou um Seis pessoas morreram vítimas de atropelamento em uma semana, em Maringá, e Região Metropolitana. Na madrugada do sábado (30/03), a travesti Jhonatan Willian dos Santos Camargo, de 24 anos morreu depois de ser atingida por uma carreta na Avenida Bela vista, no Jardim Bela Vista, em Sarandi Na noite do sábado, (30/03), Elizeu de Brito, de 42 anos, veio a óbito na Rodovia BR-376, em Sarandi. A vítima foi atropelada, por uma caminhonete Toyota Hilux, que seguia no sentido Marialva/Maringá. No final da manhã da última segunda-feira (01/04), Antônio Mauro Marroni, de 83 anos morreu no Hospital Bom Samaritano, depois de ser atropelado por um Toyota Etios, na Rua Saldanha Marinho, na Zona 7, em Maringá. No início da noite de quarta-feira (03/04), o idoso David Stein, de 86 anos, morreu depois de ser atingido por uma moto na Avenida Cristóvão Colombo, em Marialva. O idoso chegou a ser socorrido, porém morreu pouco tempo depois de dar entrada no Hospital Bom Samaritano. Vanderli Lucas dos Santos, de 50 anos, morreu após ser atropelado por um caminhão no pátio da empresa onde trabalhava. A fatalidade ocorreu na tarde de quinta-feira (04), na Rodovia BR-376, ao lado do posto de combustível Amigão. Já o pedreiro Gervásio Antônio Gomes, de 56 anos, ficou gravemente. ferido na manhã da última sexta-feira (05), na Avenida Morangueira, em Maringá, após ser atropelado por um ônibus da TCCC. Com traumatismo craniano, Gervásio morreu logo após dar entrada no Hospital Santa Casa. Plantão Maringá

Nenhum comentário:

Postar um comentário