Suspeito de balear e matar dois jovens em chácara em Sarandi está foragido - Gazeta Sarandiense - O Portal de Notícias de Sarandi-Pr

Gazeta Sarandiense - O Portal de Notícias de Sarandi-Pr

Notícias da cidade e região!

terça-feira, 2 de julho de 2019

Suspeito de balear e matar dois jovens em chácara em Sarandi está foragido

Após um trabalho de investigação, a Polícia Civil de Sarandi identificou o autor dos disparos que vitimou dois jovens em uma festa que ocorreu na madrugada do dia 23 de junho na chácara Radar em Sarandi. Hailton Rodrigues, de 28 anos, é o principal suspeito de ter atirado e matado dois rapazes. Eduardo Michel Cardoso de Almeida, de 20 anos, morreu dentro do local da festa. Marcos Vitorino dos Santos Filho, de 21, morreu posteriormente no Hospital Metropolitano de Sarandi após ser atingido pelos tiros. O alvo do atirador era apenas o Eduardo Michel. Hailton está sendo procurado pelos investigadores. Ele já foi preso no crime de tráfico de drogas, receptação, porte ilegal de arma de fogo, associação para o tráfico, corrupção de menores e ainda suspeito de um homicídio. Na manhã desta segundafeira (1), a Polícia Civil de Sarandi prendeu o dono da chácara. Eder Pereira Fonseca, de 37 anos, que já consta com passagens por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo, teria ido na própria chácara com o autor dos disparos segundo o delegado Adriano Garcia. Eder confessou que arrastou o corpo de Eduardo Michel para fora de sua propriedade para prestar socorro. A Polícia Civil contesta esta versão apresentada por Eder Pereira. O dono do imóvel ainda contou que levou em seu próprio carro a vítima Marcos Vitorino para o pronto socorro. “Eu tentei salvar a vida do segundo baleado levando ele rapidamente, para o hospital”, disse Eder. O delegado relata que o dono da chácara tinha a intenção de se livrar das vítimas baleadas em sua propriedade onde ocorria uma festa. Adriano Garcia pede para que a população denuncie onde está Hailton Rodrigues. “Envie a denúncia para nosso Whatsapp 9 9137 9773 e manteremos sua identidade preservada”, disse o delegado. André Almenara

Nenhum comentário:

Postar um comentário